Alergia

A Alergia ocular ocorre quando o olho entra em contato com substâncias denominadas alérgenos, que podem ser ácaros (animais microscópicos), poeira, pêlos e pólen. Quando isto ocorre, os olhos podem ficar vermelhos, inchados, sensíveis à luz, com lacrimejamento e apresentar discreta secreção aquosa. O sintoma mais frequente e característico da alergia ocular é a coceira. A alergia ocular pode estar associada à asma e rinite, porém pode ocorrer isoladamente.

Tratamento

Existem vários medicamentos oculares extremamente eficazes para prevenir e avaliar os sintomas de alergia ocular. O seu oftalmologista é o profissional mais indicado para receitar a medicação apropriada para o seu caso.

Dicas para o alérgico

• Manter o ambiente sempre livre de pó.
• Manter os ambientes sempre bem arejados e com boa exposição ao sol para evitar bolor.
• Evitar objetos que acumulem poeira como: cortinas, tapetes, carpetes, bicho de pelúcia etc.
• Forrar travesseiros e colchões com capas impermeáveis.
• Evitar o uso de vassoura e espanador – prefira pano úmido para retirar a poeira.
• Sempre que possível, expor a roupa de cama ao sol e lavar com água quente.
• Evitar ambientes com muito pó, fumaça ou com odores fortes.
• Lavar roupas guardadas há muito tempo antes de usá-las.
• Se possível, evitar animais domésticos e de estimação que soltem muitos pelos.
• Evitar manusear objetos empoeirados.
• Evitar plantas com flores dentro de casa.
• Manter o filtro do ar condicionado sempre limpo.
• Evitar coçar os olhos, pois isto estimula mais a alergia ocular, podendo causar um ciclo vicioso.